Como chegámos aqui?

O Projeto Formar Mais – Formação Contínua de Professores baseia-se nos objetivos e nas áreas prioritárias definidas pelo Ministério da Educação da República Democrática de Timor-Leste (ME-RDTL) para a área da Educação, nomeadamente no que se refere à consolidação da Língua Portuguesa como língua oficial de ensino, à elaboração de currículos próprios para os diversos ciclos de ensino, à formação inicial e contínua de professores e à capacitação de administradores e gestores escolares.

 

​No âmbito destes desígnios, e tendo em vista a melhoria efetiva do processo de ensino-aprendizagem dos alunos, o ME-RDTL tem trabalhado, desde 2000, em colaboração com a Cooperação Portuguesa no sentido de dar resposta às necessidades mais prementes do sistema educativo timorense de forma articulada e sustentada.

 

Um pouco de história: projetos anteriores 

Na origem do atual Projeto de formação de professores estiveram, entre outros, os seguintes Projetos de Cooperação:

 

  • Os Projetos de Reintrodução e de Consolidação da Língua Portuguesa, em vigor de setembro de 2000 a agosto de 2009 e de setembro de 2009 a dezembro de 2011, respetivamente, visaram essencialmente o desenvolvimento de competências linguísticas de compreensão e de expressão em Língua Portuguesa, por parte de docentes e outros membros da função pública;

  • O Projeto de Formação Inicial e Contínua de Professores (PFICP), desenvolvido de 1 de janeiro de 2012 a 31 de dezembro de 2014, que, para além dos objetivos transversais de apoio à reconstrução do sistema educativo de Timor-Leste e consolidação da Língua Portuguesa como língua de escolarização, se centrou na formação e acompanhamento científico e pedagógico dos professores na implementação dos novos Currículos do 3.º CEB e ESG e Ensino Secundário Técnico-Vocacional.

 

A atualidade: o Projeto Formar Mais

No seguimento e aprofundamento dos projetos anteriores e na sequência de um protocolo assinado entre o Ministro da Educação da RDTL e da Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação da República Portuguesa surge o atual Projeto Formar Mais – Formação Contínua de Professores, com o principal objetivo de dar continuidade ao desenvolvimento de competências linguísticas em Língua Portuguesa, assim como à atualização e ao reforço das competências científicas e pedagógicas dos docentes, por forma a garantir a implementação efetiva nos Novos Currículos e o uso adequado dos recursos didáticos disponíveis.

 

Promovido pelo Instituto Nacional de Formação de Docentes e Profissionais da Educação (INFORDEPE), em colaboração com o Camões, I.P., pretende dar resposta às necessidades de formação dos professores timorenses em exercício, através do desenvolvimento de ações de formação contínua e continuada, nas vertentes científica, pedagógica e linguístico-comunicativa (em Língua Portuguesa), junto de docentes do 3.º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário Geral (e também Técnico-Vocacional).

Neste processo, o INFORDEPE e o Camões, I.P. contam com o apoio científico e pedagógico da Universidade de Aveiro (UA), nomeadamente com uma equipa de 15 docentes-supervisores coordenada pela Professora Doutora Isabel P. Martins e pelo Dr. Ângelo Ferreira, que, enquanto parceira técnica do Projeto e em estreita articulação com as entidades contraentes, assegura a qualidade das formações ministradas, nomeadamente através da supervisão científico-pedagógica do desempenho dos formadores portugueses e do acompanhamento (à distância e in loco) de todas as atividades.

 
 

As modalidades de formação definidas para este projeto (cf. Menu Atividades) dão origem a um programa de intervenção inovador e complementar que concilia diferentes vertentes. Com efeito, para além dos objetivos enunciados anteriormente, o projeto prevê também:

  • analisar o impacto da formação no desempenho profissional dos docentes (rigor científico na abordagem dos conteúdos programáticos, no         cumprimento das planificações predefinidas, na diversificação das estratégias de ensino-aprendizagem, na gestão das interações em sala de aula, na relação pedagógica com os alunos e no uso da Língua Portuguesa como língua de instrução);

  • ampliar as capacidades de gestão e administração escolar que compõem os recursos humanos nas direções escolares de Timor-Leste.

CAMÕES - INSTITUTO DA COOPERAÇÃO E DA LÍNGUA 

www.instituto-camoes.pt

 

 

 

UNIVERSIDADE DE AVEIRO

Projeto de Reestruturação Curricular do Ensino

Secundário Geral em Timor-Leste

www.ua.pt

 

Ligações úteis

 

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE

timor-leste.gov.tl

 

INFORDEPE - INSTITUTO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE 

DOCENTES E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Rua de Balide – Díli

Telefone: 3311358; 3311365; 3311367

http://www.moe.gov.tl/?q=node/38

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey LinkedIn Icon
Com o apoio do Governo de Timor-Leste e da Cooperação Portuguesa
Design gráfico por Roberto Machado 2017